Algarobeira – ameaça ou solução econômica?

Quem viaja pelas estradas do agreste e sertão nordestino nos períodos de estiagem, vê emergir da paisagem seca, árvores incrivelmente verdes e espalhadas ao longo do trajeto. É provável que essas árvores sejam a algarobeira (Prosopis. Ver mais

Mata nativa preservada – uma das poucas em Buíque

Na queimada de São Bento, próximo ao povoado do Tanque, em Buíque-PE. O agricultor Hidelbrando Bezerra de Andrade Filho, que atende pelo apelido “Neném”, mantém um pequeno santuário verde em sua propriedade. Lá são encontradas várias. Ver mais

Kapinawá – História das aldeias

O povo Kapinawá descende dos antigos Paraquiós, Carijós, Xocós e outros grupos que resistiram bravamente às imposições do império português e contra à invasão de fazendeiros em território indígena após terem sido expulsos e. Ver mais

Jararaca – o cangaceiro buiquense que virou santo

Natural de Buíque-PE, nascido em 05 de maio de 1901. José Leite de Santana, ingressou no Exército brasileiro em 1921, em Maceió, Alagoas. Destacou-se por suas habilidades ao manusear o fuzil, sua boa pontaria e agilidade no ataque e. Ver mais

A incessante luta dos índios kapinawás

A história dos Kapinawás, começa no aldeamento do Macaco que corresponde a área ribeirada dos rios Moxotó e Ipanema. É o aldeamento mais antigo da região.

Paulo Tarciso, o cordelista buiquense

Nascido em 22 de março de 1964, o buiquense Paulo Tarciso Freire de Almeida, filho de Édio Arcoverde de Almeida e Maria de Lourdes Freire de Almeida, formou-se em Letras pela Faculdade de Formação de Professores de Arcoverde em junho de 1981.. Ver mais

Caatinga

A caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro (região nordeste para ser mais preciso) e abrange uma área de 734.478km².  Há muito acreditava-se tratar-se de um bioma pobre, homogêneo e pouco alterado. Contudo, possui uma vasta. Ver mais

Museu e Casa da Cultura de Buíque

"Conhecer a história de um lugar é preservar e reconhecer a própria cidadania. É contemplar o caminho percorrido para então compreender o presente e desempenhar seu papel na construção do futuro." – Paulo César Barmonte A fachada. Ver mais

A Preguiça-gigante encontrada no charco

O Museu de Buíque guarda entre outros resquícios primitivos o fóssil de um animal encontrado no sítio Charco em 2009, na propriedade do Sr. Noel Patrício e que provavelmente pertence a uma preguiça-gigante – um dos ícones da megafauna. Ver mais

error: Página protegida