Serra dos Bréus

A Serra dos Breus é um dos setores pouco visitados do Parque Nacional do Catimbau. A área possui um solo com  características variadas, desde elevações com formações em arenito e rochas sedimentares com resquícios de metais pesados; caminhos em cascalhos e areia densa à planícies de vegetação rasteira e arenosa (bioma predominante: caatinga). As trilhas garantem caminhadas de nível leve a semi-pesada. As rochas apresentam ao longo do curso formas curiosas que assemelham-se a animais e aguçam a imaginação dos visitantes. Uma das cavernas (caverna-do-sossego) dá acesso a um mirante que fica na passagem de um riacho perene e garante belas imagens. Outra caverna rasa guarda um dos painéis rupestres mais importantes do parque com características da tradição Itaquatiara – em que há predominancia de grafismos puros com traços ou linhas onduladas que representam o movimento da água; os grafismos desse painel foram reproduzidos em baixo relevo. A essa tradição pressupõe o culto a água, por terem sido encontradas, na maioria dos casos, nas proximidades de leitos de rios ou reservatórios d’água. É comum a presença marcas de mãos e pés e em alguns casos de antropomorfos. Os pontos mais expressivos da região são a Igrejinha dos Bréus, a Caverna do Sossego, a Varanda Vermelha, o Painel Itaquatiara, Mirante do Riacho, o Mirante da Serra com vista para a Mansão dos Bréus, a Pedra da Girafa e a Caverna dos Morcegos Vampiro.

Na Serra está localizada a Fazenda Porto Seguro, ponto de partida para quem pretende conhecer a região. O primeiro ponto de visitação é a antiga residência em que se encontra o mausoléu do profeta Cícero José de Farias – que popularizou-se com o pseudônimo de Israel (nome de batismo após receber sua missão pelo próprio Deus) e que era chamado de “Meu Rei” que em seguida, passou a ser chamado Sadabi, quando promovido à imortalidade.

O homem com mais de 100 anos que afirmava ser imortal e criou um novo conceito de sociedade messiânica  conquistou vário seguidores. Mas seu reinado entrou em colapso após sua morte, transformando a Fazenda Porto Seguro numa vila quase fantasma onde atualmente vivem alguns moradores. A fazenda perdeu seu líder messiânico, mas a mística que une a beleza da paisagem em seu entorno e as crendices do passado, permanecem vivas.

Vídeo sugerido:

Post sugerido:

sadabi-meu-rei-post