Genealogia

Genealogia: onde procurar informações?

A pesquisa genealógica é uma maneira emocionante de descobrir a história da sua família e aprender mais sobre sua herança cultural. Se você está apenas começando a explorar sua árvore genealógica ou já tem bastante experiência no assunto, este guia apresenta as principais fontes de informação que podem ajudá-lo em sua busca. Vamos explorar as diversas opções disponíveis para você encontrar as informações necessárias para aprofundar sua pesquisa genealógica.


Buscas online

A internet oferece uma ampla variedade de recursos para ajudá-lo a descobrir sua genealogia. Há diversos sites e plataformas online que facilitam a busca por informações sobre seus antepassados, economizando tempo e esforço na tarefa.

FamilySearch

O FamilySearch é um serviço de genealogia totalmente gratuito com mais de 20 anos de existência. Operado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, conta com recursos que vão desde o reconhecimento de documentos para extração de dados e digitalização online até o acesso a cópias de arquivos de mais de 100 países. A ferramenta de pesquisa oferecida pelo site permite encontrar, sem muito esforço, pessoas que tenham o mesmo sobrenome, de onde vêm e em que ano nasceram. Além de criar uma árvore genealógica pessoal, é possível guardar fotos, áudios e imagens da família para compor um projeto.

Geneanet

O Geneanet é uma plataforma de genealogia com aproximadamente 1,25 milhões de árvores criadas e dados de 6 bilhões de pessoas. Seu funcionamento é similar ao das demais, mas existem alguns diferenciais, como a pesquisa de origem de sobrenome e recorrência em diversas partes do mundo, além de uma seção dedicada à busca de dados de ancestrais portugueses. A maioria das funções é gratuita, mas é possível fazer o upgrade para um plano Premium por US 55) a cada três meses para ter acesso a uma ferramenta de busca mais avançada.

MyHeritage

O MyHeritage é um dos mais famosos criadores de árvore genealógica do mundo. Basta digitar nome e sobrenome para obter uma lista com registros de pessoas com dados em comum e adicionar com um clique. O site conta com uma base de 10,1 bilhões de registros históricos para cruzar dados, garantindo boas chances de conseguir encontrar informações úteis. O serviço também permite construir uma árvore com outras pessoas e o Smart Matching para descobrir árvores genealógicas semelhantes. A plataforma é gratuita por 14 dias. Após esse período, o usuário deve escolher entre o plano com mensalidade de Rá 37,42 mensais com tamanho ilimitado e busca de árvores, ou o de R$ 60,75 por mês, que dá direito ao banco de dados completo.


Bibliotecas de genealogia

Algumas cidades no mundo têm bibliotecas específicas sobre genealogia, onde é possível encontrar informações valiosas sobre a história da sua família e antepassados.

Biblioteca Genealógica de Lisboa

A Biblioteca Genealógica de Lisboa é uma fonte rica de informações sobre genealogia portuguesa, com um acervo de livros, periódicos e documentos históricos. Além disso, a biblioteca oferece cursos e palestras sobre genealogia, bem como apoio especializado aos pesquisadores.

Biblioteca de genealogia de Salt Lake City

A biblioteca de genealogia de Salt Lake City é a maior biblioteca de genealogia do mundo, oferecendo serviços gratuitos de busca com guias e genealogistas. São cerca de 3,3 bilhões de nomes de pessoas dos cinco continentes, indexados por 150 mil indexadores que trabalham em 128 países.

Museu da Imigração

O acervo do Museu da Imigração na cidade de São Paulo guarda registros de imigrantes que chegaram ao Brasil entre os séculos 19 e 20 e pode ser útil na investigação. Além de documentos e informações sobre os imigrantes, o museu oferece exposições, eventos e atividades educativas relacionadas à história da imigração no Brasil.


Arquivo Nacional

No Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, é possível encontrar a lista de imigrantes que chegaram ao Brasil de navio entre 1875 e 1910, e pedidos de naturalização desde 1823. O fornecimento dos documentos é gratuito (mas é necessário pagar por cópias autenticadas de documentos) e é possível fazer consultas online.

Base de dados do Arquivo Nacional

A base de dados do Arquivo Nacional oferece dados gratuitos e valiosos para quem precisa criar uma árvore genealógica. Entre as bases de dados disponíveis, a mais útil para esse fim é a que traz os registros de entradas de imigrantes no país que desembarcaram no porto do Rio de Janeiro entre 1875 a 1910.


Associações de genealogia

O Brasil tem grupos e associações específicos de pesquisa genealógica, entre elas a Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia (Asbrap), que fornecem auxílio à pesquisa genealógica. Essas organizações podem oferecer acesso a recursos e informações únicas, além de oportunidades para colaborar com outros pesquisadores e compartilhar descobertas.


Testes de DNA

Os testes genéticos de ancestralidade são uma ferramenta poderosa para entender o passado e descobrir conexões familiares desconhecidas. Eles podem fornecer informações detalhadas sobre a origem étnica dos seus antepassados e ajudar a identificar parentes vivos que compartilham o mesmo DNA. Existem várias empresas que oferecem testes de DNA para genealogia, como 23andMe, AncestryDNA e MyHeritage DNA, MeuDNA e Genera.


Registros civis e paroquiais

Os registros civis e paroquiais são uma fonte primária de informações para pesquisas genealógicas. Eles incluem registros de nascimento, casamento e óbito, bem como registros de batismo, confirmação e outras cerimônias religiosas. Esses documentos podem ser encontrados em cartórios, arquivos públicos e arquivos de igrejas.

Cartórios

Os cartórios são responsáveis pelo registro de nascimento, casamento e óbito da população. Além disso, também podem fornecer informações sobre imóveis, empresas e outras transações legais que podem ser úteis na pesquisa genealógica.

Arquivos públicos e igrejas

Arquivos públicos e igrejas podem abrigar registros históricos que são valiosos para a pesquisa genealógica. Esses registros podem incluir registros de batismo, casamento e óbito, bem como registros de confirmação e outras cerimônias religiosas. Para acessar esses registros, é importante entrar em contato com o arquivo ou igreja específica que detém as informações que você está procurando.

Entrevistas com familiares

Conversar com membros da família é uma ótima maneira de coletar informações sobre sua genealogia. Eles podem compartilhar histórias, lembranças e documentos pessoais que podem ajudar a preencher lacunas em sua pesquisa. Além disso, entrevistar familiares pode ser uma oportunidade valiosa para fortalecer laços e preservar a história oral da família para as futuras gerações.

Redes sociais e fóruns de genealogia

Participar de redes sociais e fóruns de genealogia pode ser uma maneira eficaz de buscar informações e conectar-se com outros pesquisadores que compartilham interesses semelhantes. Essas comunidades online oferecem oportunidades para compartilhar descobertas, fazer perguntas e receber ajuda de outros membros.

Cemitérios e registros funerários

Cemitérios e registros funerários são outra fonte útil de informações genealógicas. Eles podem fornecer informações sobre datas de nascimento e óbito, bem como informações sobre parentesco e localização geográfica. Além disso, muitos cemitérios têm escritórios ou arquivos que mantêm registros adicionais, como mapas de sepulturas e registros de vendas de terrenos funerários.


Ao utilizar essas fontes de informação e ferramentas disponíveis, você estará bem equipado para aprofundar sua pesquisa genealógica e descobrir mais sobre a história da sua família e suas origens. Boa sorte em sua busca!

Postado em Genealogia e marcado como .

Publicitário, fotógrafo e pesquisador da história buiquense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *