Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Biografia de São Félix de Cantalice

Biografia de São Félix de Cantalice

O padroeiro de Buíque nasceu em 1515, na aldeia de Cantalice, pequena povoação no sopé dos Apeninos, próximo de Rieti, Itália. Foi uma das mais populares e mais características figuras da Roma do século XVI. Filho de agricultores, pobres; era o terceiro de um total de cinco filhos. No lugar em que vivia não haviam escolas ou professores. Aprendeu com a mãe a rezar, a devoção à Deus e o respeito ao próximo. Começou a trabalhar aos sete anos como pastor dos poucos caprinos da família. Passava o dia no campo, lugar onde se refugiava em meditação, no qual aprendeu a conversar com Deus e admirar a natureza que o cercava.

Aos onze anos, deixara sua casa para ajudar os pais. Fato que afligia o coração de sua mãe. Passou a trabalhar como pastor para um homem rico da região chamado Marco Túlio que em pouco tempo passou a apreciar a boa conduta e religiosidade do menino que apesar de analfabeto, buscava aprofundamento ao máximo dos conhecimentos passados nas aulas de catecismo durante os domingos.

Trabalhou no campo até os 30 anos, viajando, depois, para Roma. Tornou-se irmão leigo na Ordem dos Capuchinhos e de 1547 até sua morte em 1587, dedicou-se a pedir esmola de porta em porta no Convento de São Nicolau, atualmente chamado de Santa Cruz dos Luccesi. Pelas ruas de Roma, pedia não só para o Convento, mas também em detrimento dos pobres e enfermos. Aos doadores dizia: “Deo gratias” – Graças a Deus! Aos que não contribuíam, dizia o mesmo. Assim, passou a ser conhecido por locais como Frei Deo gratias.

Sua humildade sabedoria exortava todos à caridade. Dormia somente três horas por dia, passando o resto da noite a consagração da oração na igreja, contemplando os mistérios de Jesus. Nos dias santos, fazia peregrinação às sete igrejas de Roma e fazia visitas aos enfermos nos hospitais. Era devoto de Nossa Senhora que lhe apareceu diversas vezes entregando-lhe o menino Jesus que ele abraçava com amor. Foi conselheiro dos humildes e dos aristocratas renascentistas.

Morreu aos 72 anos no dia 18 de maio de 1587, durante uma visão de Nossa Senhora. A data de sua morte é lembrada como dia do padroeiro em Buíque com missas acampais e outras apresentações. Foi sepultado na igreja da Imaculada Conceição dos Capuchinhos de Roma. Logo convertendo-se em local de peregrinação. Félix foi beatificado em 1º de outubro de 1625 pelo Papa Urbano VIII e canonizado pelo Papa Clemente XI, a 22 de maio de 1712.

Oração a São Félix de Cantalice

Senhor, que em São Félix de Cantalice destes à vossa Igreja e à Ordem dos Frades Menores Capuchinhos um admirável modelo de simplicidade evangélica, concedei-nos que, a seu exemplo, edifiquemos o vosso povo com a mesma irradiante alegria que o tornava amável para com todos. Por nosso Senhor.

 


Fontes:

Livreto da Festa de São Félix de Cantalice, Buíque-PE, s/d.

CAPUCHINHOS.São Félix de cantalício. Disponível em: http://www.capuchinhos.org/capuchinhos/santos/596-sao-felix-de-cantalicio. Acessado em: 30/10/2017.

Sobre o autor

Publicitário, fascinado por ecoturismo, turismo de aventura, natureza, música e pintura.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *